Toni Tornado – Discografia

Nascido em Mirante de Paranapanema (SP), Antônio Viana Gomes mudou-se para o Rio de Janeiro aos 11 anos, depois de perder o pai. Trabalhou como engraxate, vendedor de balas e outros pequenos serviços até a maioridade, quando entrou para o serviço militar como pára-quedista. Iniciou-se na sua carreira musical como cantor de rock’n’roll, com o pseudônimo Tony Checker, no programa Hoje É Dia de Rock, da Rádio Mayrink Veiga. Depois integrou o grupo de música e dança Brasiliana, e com ele excursionou pelo exterior, passando dez anos fora do Brasil. Morou por três anos em Nova York, onde travou contato com o movimento negro e conheceu Tim Maia. Chegou a ser preso uma vez (no Brasil) por fazer o gesto típico do grupo negro americano Panteras Negras. De volta ao país, trabalhou no conjunto de Ed Lincoln e foi crooner da boate New Holyday, no Rio, onde foi descoberto pelo compositor Tibério Gaspar. Tibério e Antônio Adolfo confiaram a Tornado (acompanhado pelo Trio Ternura) a interpretação de sua composição “BR-3” no V Festival Internacional da Canção, em 1970, obtendo um sucesso avassalador. Outro grande êxito foi “Podes Crer, Amizade”. Paralelamente desenvolveu carreira como ator, principalmente a partir da década de 70, quando estreou na minissérie “Jerônimo”. Seus papéis de maior sucesso foram no filme “Pixote”, nas novelas “Roque Santeiro” e “Sinhá Moça” e na minissérie “Agosto”.
Toni Tornado – 1971- Odeon
Imagem
1 Juízo final
(Renato CorrêaPedrinho)
2 Não lhe quero mais
(Erasmo CarlosRoberto Carlos)
3 Dei a partida
(Getúlio Côrtes)
4 Uma canção para Arla
(MajorTony Tornado)
5 Breve loteria
(Fafi)
6 Eu disse amém
(Getúlio Côrtes)
9 Papai, não foi esse o mundo que você falou
(Erasmo CarlosRoberto Carlos)
10 Me libertei
(TonyFrankye)
11 O repórter informou
(Hyldon)
12 O jornaleiro
(MajorTony Tornado)

Arranjos de Waltel Branco / Paulo Moura / Leonardo Bruno /Dom Salvador e Antonio Adolfo

Acredito que os backins vocais são do Trio Ternura que acompanhou ele no FIC de 1970 com a famosa interpretação de BR 3

Download:

https://mega.co.nz/#!RoI0kJhA!ARnCcs1tN5QGg_FMLULz1rOwaDJbrpyuTaDYNq_o8-k

Toni Tornado – 1972 – Odeon

Imagem

1 Mané beleza
(Arnaud RodriguesChico Anísio)
2 Não grile a minha cuca
(Toni Tornado)
3 Torniente
(Toni Tornado)
4 Eu duvido muito
(Getúlio Côrtes)
5 Sinceridade
(Tim Maia)
6 Podes crer, amizade
(MajorToni Tornado)
7 Aposta
(Toni Tornado)
8 Bochechuda
(Toni Tornado)
10 Eu tenho um som novo
(Toni Tornado)
11 Tornado
(Toni Tornado)
Arranjos de Dom Salvador
Download:
Compactos:
Compacto 1970 – em uma faixa só
Faixa 1 (compacto de 1970) Odeon
Lado A
* Nada de novo – [Luiz Claudio e Mariozinho Rocha]
* Dez Leis (is that law) – [Marcos Valle e Paulo Sergio Valle]
Lado B:
* Sou Negro – [Getulio Cortes e Ed Wilson]
* Meu mundo caiu – [Maysa Matarazzo]
Faixa 2 – (compacto de 1972 em 1 faixa)
 Lado A: Odorico – [Toni Tornado]
Lado B: Mole, mole, fácil, fácil – [Toni Tornado]
Faixa 3 – Cabeça oca – compacto 1974
Faixa 4 – I say good bye – compacto 1974
Faixa 5 – Osso duro de roer – compacto 1974
Faixa 6 – Vou apagar você – compacto 1974
Faixa 7 –  Fica comigo – compacto 1977
Faixa 8 – Se Jesus fosse um homem de cor (Deus Negro)
Faixa 9 – Br 3 (com Trio Ternura) – ao vivo no FIC 1972
Faixa 10 – Manifesto – do Lp coletivo Alma Negra de 1983
Faixa 11 – Motim – do Lp coletivo Alma Negra de 1983
Faixa 12 –  Podes crer, amizade  com Funkessência live Yo MTV
Faixa 13 – Sou Negro com Funkessência live Yo MTV

Download:

https://mega.nz/#!IkhmlY5a!FzuGElhBVlFJiD2aZ5QffW7naF2ogkb1ryVao50Q-lA

Os 2 discos são essenciais pra conhecer a cena black brasuca, funk e soul não devendo em nada pras melhores produções americanas da época, coloquei umas músicas raras de compactos, algumas como uma sonoridade funk/baião típica da época feita por Tim Maia e Gerson King Combo nos primeiros discos.
Imagem
Com o Trio Ternura
Imagem
Com Trio Ternura e Antonio Adolfo

Imagem

Da esquerda para direita: Leno, Tony Tornado, Guilherme Lamonier, Clara Nunes, Carlos Imperial, Antonio Adolfo e Tibério Gaspar.
Imagem
 Capas de compactos
toni tornado cp 2
toni tornado cp1
Fiquem com a clássica apresentação de BR3 no V Fic de 1970 acompanhado do Trio Ternura e de Antonio Adolfo (autor da música junto com Tibério Gaspar) ao piano.
Foi o primeiro lugar do festival e causou muita polêmica na época.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s