A Tribo – Supergrupo Psicodélico

A Tribo era formada por Nelson Ângelo, Joyce(então casados na época), Novelli, Toninho Horta e Naná Vasconcelos (depois substituido pelo Nenê da bateria). Atuou no cenário artístico no início dos anos 70. Em 1970, classificou a música “Onocêonekotô” (Nelson Ângelo) para a final do V Festival Internacional da Canção.

A Tribo ao vivo no FIC -1970 no Maracananzinho

Esse grupo só lançou algumas  músicas em  compactos, LPs de festivais e mais 2 músicas (Kyrie e Peba &Pobo) na clássica coletânea Posições – Vanguarda juntamente com as bandas  Som Imaginário, Módulo 1000 e  Equipe Mercado em 1971 e no mesmo  ano um compacto duplo ( 4 musicas) com  apenas o nome da Joyce, (mas com todo o grupo pariticipando).

Foto retirada do site oficinal de Nelson Ângelo

Em maio desse ano de 2011, saiu uma coletânea de raridades da Joyce (hoje Joyce Moreno) chamada Curriculum, com faixas desde o seu começo mais bossa nova, passando por trilhas de filmes e novelas e várias parcerias entre elas  as faixas gravadas com A Tribo, faixas raras que só saíram em compactos, trilhas de novelas e Lps de Festivais.

Eu comprei o cd e recomendo á todos, não estou colocando o disco todo aqui, mas apenas as faixas com a lendária banda e mais umas raridades puxadas pra psicodelia e experimentação dessa fase dela que vai do fim dos 60 até o disco em parceria com Nelson Ângelo que já foi postado aqui no blog.

Fiquei fascinado pelas músicas que eu não conhecia como Sei lá e Tapinha, coisa genial mesmo, sonoridade única.

Deixando aqui também um link muito interessante de uma entrevista com a Joyce, falando desse grupo e dessa fase doida da vida dela.

http://www.joycemoreno.com/ensaios.html

Trecho:

ENSAIOS – Como o grupo A Tribo foi formado e quanto tempo durou?

JOYCE – a Tribo nasceu em 1970. Eu Nelsinho, Novelli e Naná Tínhamos chegado do México, onde fazíamos parte do conjunto “Sagrada Família”, liderado por Luis Eça (Novelli também vinha do México mas pertencia a outro grupo). Eu e Nelsinho nos casamos junto com o Novelli e a Luci, mulher dele, no mesmo dia e os quatro alugamos um apartamento enorme no Jardim Botânico. Toninho Horta ainda estava em Minas e queria vir morar no Rio. Nós o convidamos para vir morar e trabalhar com a gente. Mais ou menos na mesma época o Naná teve um convite do Gato Barbieri para trabalhar com ele na Europa e foi embora. Para substituí-lo, chamamos o Nenê, baterista gaúcho radicado em São Paulo, que veio também morar com a gente. De modo que A Tribo era antes de tudo uma comunidade. Durou até fins de 71, quando a necessidade de grana se fez maior. Todas as mulheres da comunidade, inclusive eu, engravidaram. Nelsinho, Novelli e Toninho foram trabalhar com a Elis que era um “gig” muito bem paga na época. Nenê voltou pra São Paulo (mas trabalharia anos depois com Elis no show Falso Brilhante).

Faixas:

01. Andréa  (Trilha Sonora da Novela – Véu de Noiva-1969)

02. Copacabana Velha de Guerra (Lp Encontro Marcado 1969, inédito em cd no brasil

03. Please Garçon (Trilha do Filme – Roberto Carlos e o Diamante Cor de Rosa – 1970)

04. Bachianas Brasileiras No. 5 (Trilha Sonora -Novela Irmãos Coragem 1970)
05. Sei Lá (com A Tribo)  (Trilha da Novela – Assim na Terra como no Céu 1970)
06. Onocêonekotô (com A Tribo)  (Lp V Festival Internacional da Cancão 1970)
07. Kyrie (com A Tribo) (Coletânea Posições -1971)
08. Tapinha (com A Tribo) (Compacto simples 1970 com Peba & Pobó – 1970)
09. Peba & Pobó (com A Tribo) (Compacto  1970 e Coletânea Posições 1971)
10. Caqui (com A Tribo) (Compacto duplo Joyce 1971)
11. Adeus Maria Fulô (com A Tribo) (Compacto Duplo Joyce – Odeon 1971)
12. Nada Será Como Antes (com A Tribo) (Compacto duplo Joyce 1971)

13. The Man from Avenue (com A Tribo) (Compacto duplo Joyce 1971)

14. Pessoas (com Nelson Ângelo – ao vivo) (5 Festival de Musica Popular Brasileira de Juiz de Fora)

Download

Sonoridade única e rica na mistura de uma carioca, com 2 mineiros (que depois ajudariam na criação dos arranjos do clássico disco – Clube da Esquina de Milton Nascimento & Lô Borges) mais 2 pernambucanos com toda a musicalidade rica e pulsante do nordeste.

Folk Psicodélico + Jazz  + Regionalismo (samba, baião, xaxado, etc)

Uma pequena amostra desse grupo maravilhoso.

Kyrie – música que saiu na coletânea Posições de 1971:

Enjoy

Anúncios

10 comentários sobre “A Tribo – Supergrupo Psicodélico

  1. O Som da TRIBO, é arte viva, dose cavalar de proteína Musical, tenho cd da Joyce, coletânia (curriculum), é lirico e Genial.

  2. S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L!

    M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!

    Cesar, compartilho desta mesma paixão que você tem pelo trabalho da Joyce com o mestre Nelson Angelo (lindo comentário, aliás, Nelson!) e toda a turma! Realmente, registros mágicos da música popular brasileira que não podem ser esquecidos e que DEVEM ser conhecidos!

    Parabéns pela postagem! Estou muito contente!

    Beijão, amigo!

  3. Prezado César,

    Obrigado pelo prestígio dado a mim e a meus companheiros de profissão. É muito bom colher estes frutos tanto tempo depois e sentir que tudo valeu a pena. A psicodelia “sustentável” (he, he) é generosa e gratificante. Qualquer hora vamos falar de como ela se move em nossos tempos presentes.

    um forte abraço,

    Nelson Angelo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s