Defalla – Fase Clássica – Discografia

DeFalla é uma banda brasileira de rock and roll formada em Porto Alegre, RS em 1984. Diz-se que foi assim batizada em homenagem ao compositor espanhol erudito Manuel de Falla (1876-1946), mas tendo em vista o senso de humor do líder Edu K e a influência direta de pós-punk do início da banda, tudo aponta para que DeFalla seja um trocadilho com a banda de Manchester The Fall. Com influências também de hard rock, rap, glam rock, heavy metal e, mais tarde, flertando com big beat, funk carioca, hardcore melódico e miami bass. A banda ficou reconhecida pelas irreverentes mudanças em suas formações, seu estilo musical e sua apresentação estética. Inseriu-se no cenário do rock inicialmente no circuito alternativo de Porto Alegre e mais tarde em São Paulo e Rio de Janeiro, sendo famosas as apresentações no Circo Voador, RJ na década de 1990, onde influenciou e abriu espaço a uma geração de músicos e bandas como Pavilhão 9, Ultramen, Nação Zumbi, Pato Fu, Mamonas Assassinas, Planet Hemp e Marcelo D2.

O resto da Biografia você ve em:

http://pt.wikipedia.org/wiki/DeFalla

Defalla -1987

DeFalla é o álbum de estreia da banda homônima DeFalla, lançado em 1987 pela gravadora Plug/BMG e produzido por Reinaldo B. Brito. Ainda com resquícios do pós-punk, notáveis na preocupação estética do álbum e na estrutura de algumas canções, o disco inovaria nos grooves e utilização de instrumentos não-convencionais no estúdio, além de efeitos como scratchs e beatbox, na época pouco se era usados no rock brasileiro até então.
Faltando aproximadamente um mês para as gravações do disco, o baixista Carlo Pianta deixa a banda, e por sugestão da Biba Meira são convidados Castor Daudt (guitarra) e Flávio Santos (baixo), na época integrantes do grupo Urubu-rei (banda que a própria Biba já havia participado, juntamente com o então tecladista Miranda).

Faixas

“Ferida” (Edu K, Flávio Santos, Paulo Sebem) – 2:45
“O que É Isso” (Edu K, Flávio Santos) – 4:23
“Sodomia” (Carlo Pianta, Edu K, Paulo Sebem) – 3:38
“Papaparty” (Biba Meira, Castor Daudt, Edu K, Flávio Santos) – 2:38
“Não me Mande Flores” (Castor Daudt, Flávio Santos, Luciene Adami) – 3:28
“Ideias Primais” (Biba Meira, Castor Daudt, Edu K, Flávio Santos) – 4:15
“Sobre Amanhã” (Castor Daudt, Edu K) – 4:39
“Alguma Coisa” (Antônio Meira, Carlo Pianta, Edu K) – 5:02
“Melô do Rust James” (Biba Meira, Castor Daudt, Edu K, Flávio Santos) – 3:09
“Jo Jo” (Biba Meira, Castor Daudt, Edu K, Flávio Santos) – 0:40
“I’m an Universe” (Edu K, Rodrigo Correia) – 2:14
“Tinha um Guarda na Porta” (Biba Meira, Carlo Pianta, Edu K, Paulo Sebem) – 3:19

Créditos
Edu K – vocal, guitarra, beatbox e scratch
Castor Daudt – guitarra, violão
Flávio Santos – baixo e moog
Biba Meira – bateria

Curiosidades
A canção “Trashman” foi gravada com duas baterias, uma para cada lado do estéreo. De um lado Biba Meira (baterista original) e do outro Castor Daudt (baterista/guitarrista original). Sendo lançada apenas em 1990, no álbum We Give a Shit;
“Rusty James” é personagem do filme Rumble Fish (1983) de Francis Ford Coppola.

Download:

 

https://mega.nz/#!V8hQXCAT!tknFWJr3_q5YyiuY_JofdeZ0ixVb3xjmaRBjzsNiVKw

 

 

DeFalla (volume 2) – 1988

DeFalla (conhecido também como It’s Fuckin’ Borin’ to Death) é o segundo álbum de estúdio da banda gaúcha DeFalla, lançado em 1988 pela gravadora Plug/BMG e produzido por Reinaldo B. Brito.
Seguindo a mesma formação e com sonoridade um tanto similar ao disco anterior, em comparação com o que a banda viria a ousar nos trabalhos seguintes, o álbum de 1988 inova na presença de samplers e aproximar-se do groove, funk e hip hop, tendências em atualidade na época. As canções em inglês tornam-se mais presentes, dividindo as letras em duas línguas. O visual pós-punk cede espaço para uma estética mais experimental, com o uso de fantasias, acessórios chamativos e perucas, como The B-52’s na época da new wave. É o último disco com Biba Meira na bateria, que cederia a vaga ao então guitarrista Castor Daudt.

Faixas

Todas as canções foram compostas por Edu K, Castor Daudt, Flávio Santos e Biba Meira, exceto quando notado.
“Como Vovó Já Dizia” (Paulo Coelho, Raul Seixas) – 2:55
“Revolution” (Lennon/McCartney) – 3:07
“Repelente” – 2:56
“(Gotta Hold) My Five Years Old” – 2:32
“I Have to Sing a Song” – 3:09
“Chinatown” – 0:57
“Metallica” (Hetfield, Ulrich, Burton, Hammett) – 0:34
“It’s Fuckin’ Borin’ to Death” – 3:16
“Satã (É Coisa do Demo)” – 2:56
“Kiss the Chain Saw” – 3:44
“36 Donald Dicks” – 2:51
“The Woke of Jo” – 1:46
“I Was Trying to Shoot a Gun” – 1:35
“Hey Girl” – 1:38

Créditos

Edu K – vocal, guitarra, beatbox e scratch
Castor Daudt – guitarra, violão, bateria
Flávio Santos – baixo e moog
Biba Meira – bateria

Curiosidades:

A canção “It’s Fuckin’ Borin’ to Death” refere-se ao filme Full Metal Jacket de Stanley Kubrick;
A vinheta Metallica, traz trechos de guitarra do clássico Master of Puppets do Metallica;
“Revolution” inicialmente seria uma releitura da música de mesmo nome dos Beatles, mas ficou tão diferente da original que o grupo assumiu-a como canção própria;
Há controvérsias a respeito do nome do álbum. A gravadora e boa parte dos veículos de comunicação apontam-o apenas como álbum homônimo, apesar de estar escrito “It’s Fuckin’ Borin’ to Death” na lombada do vinil e alguns integrantes confirmarem esse título.
Na gravação do programa “Claro Q É Rock”, apresentado por Roberto Frejat e veiculado pelo canal Multishow em 2006, o guitarrista John Ulhoa (da banda Pato Fu) executou, entre outros covers, uma versão de “It’s Fuckin’ Borin’ to Death”.

Samples:
“Como Vovó Já Dizia” – recorte da música original de Raul Seixas com mudança nos arranjos;
“(Gotta Hold) My Five Years Old” – fala de Dennis Hopper no filme Blue Velvet de David Lynch;
“Revolution” – recorte da música homônima dos Beatles com tonalidade e velocidade distorcidas;
“Kiss the Chain Saw” – trechos de áudio diversos do filme The Texas Chain Saw Massacre;
“Hey Girl” – uma mescla de hip hop com a música “Entra Nessa” da também gaúcha TNT.

Download:

 

https://mega.nz/#!4oIDGToC!iO26XRYu6HUW1qVQsz_lzIWaNCxUnOsXN4IcRdllRwE

 

Screw You -1989

Screw You é o terceiro disco da banda gaúcha Defalla (1989), ´produzido por Big Bang e Carlos Eduardo Miranda.
Gravado ao vivo na casa paulista Dama Xoc e lançado pela gravadora independente Devil Discos.
É o primeiro disco da banda com composições somente em inglês, com sonoridade notavelmente inspirada na hard rock oitentista e também marcado pela saída de Biba Meira (Castor Daudt assume a bateria) e entrada de Marcelo Truda (ex-Tanaratiriça) na guitarra.
As canções “Rock N’ Roll” e “Smokin’ in the Boys Room” são respectivamente covers das bandas Led Zeppelin e Motley Crue. “Hey Don’t Send Me Flowers” é uma regravação da música “Não Me Mande Flores” do primeiro disco do Defalla, “Papaparty” de 1987.

Formação:

Edu K (voz e guitarra);
Flávio Santos (baixo);
Castor Daudt (bateria);
Marcelo Truda (guitarra).

Faixas

“Screw You!(Susy Doll)”(Flávio Santos/Marcelo Truda/Castor Daudt/Edu K)
“Useless Babe” (Flávio Santos/Marcelo Truda/Castor Daudt/Edu K)
“Fuckawall” (Flávio Santos/Marcelo Truda/Castor Daudt/Edu K)
“Speedy Weels” (Flávio Santos/Marcelo Truda/Castor Daudt/Edu K)
“Smokin´In The Boys Room” (Cubkoda/Michael Lutz)
“Big Black Goat”(Flávio Santos/Marcelo Truda/Castor Daudt/Edu K)
“Tasmanian Devil” (Flávio Santos/Marcelo Truda/Castor Daudt/Edu K)
“Holly Trash”(Flávio Santos/Marcelo Truda/Castor Daudt/Edu K)
“Crazy Weight”(Flávio Santos/Marcelo Truda/Castor Daudt/Edu K)
“Hey! Don´t Send Me Flowers”(Flávio Santos/Luciene Adami/Edu K)
“Rock´N Roll”Robert Plant/Jimmy Page/John Bonham/J.P.Jones)

Curiosidade:

O Encarte de ‘Screw You’ – uma colagem com recortes pornôs e personagens em quadrinhos como Zé Carioca, Pato Donald, etc – teve que ser impresso em uma gráfica responsável por revistas pornográficas, já que a de discos recusou. O LP também teve de ser lançado em um envelope de papel pardo com ilustração do cartunista Jaca. A colagem de Edu K foi eleita pelos críticos da revista Bizz a capa do ano.

Download:

 

https://mega.nz/#!JxpSwbSQ!tbRrz4ScMWZscD23IhSlE0uf7BxNP7nHkiMAfga-Xmw

 

 

We Give a Shit – 1990

Disco totalmente Thrash Metal

Quarto disco da banda brasileira Defalla, lançado pela Cogumelo Records (1990).
Para as gravações a banda assume um powertrio, com Edu K voltando as guitarras. Como indica a escolha da ‘Cogumelo’ (gravadora responsável pelos primeiros LPs do Sepultura), a sonoridade está mais pesada que os outros discos.
O álbum abre com uma vinheta de “Era um Garoto que como Eu Amava os Beatles e os Rolling Stones” (música dos Incríveis, na época regravada pelos Engenheiros do Hawaii) seguida de sonoras vaias e xingamentos.
em ‘We Give a Shit’ cada integrante possui uma faixa solo : Edu K com o recorte de samplers em “Collectors Item” ; Castor Daudt com “Brain Washer” (uma homenagem à Syd Barrett) e Flávio Santos com “Smelly Bass”.

Formação

Edu K – guitarras/voz
Flávio Santos – baixo
Castor Daudt – bateria

Faixas

1 – We Give a Shit!
(Flávio Santos – Castor Daudt – Edu K)
2 – Trash Man (Garbage Can Version)
(Flávio Santos – Castor Daudt – Edu K)
3 – Crucifixion Ballad (Jesus’ Dead)
(Flávio Santos – Castor Daudt – Edu K)
4 – I Hate That Mothafucka (She Sucks)
5 – A Deadly Rain Is Gonna Fall (A.I.D.S.)
(Flávio Santos – Castor Daudt – Edu K)
6 – Culture´s In The Time O´Dyin
(Flávio Santos – Castor Daudt – Edu K)
7 – Collector´s Item
(Edu K)
8 – Death Corps Massacre (Dr. Fate Theme)
(Flávio Santos – Castor Daudt – Edu K)
9 – Clapton Killed Vaughn (Barry Said So)
(Flávio Santos – Castor Daudt – Edu K)
10 – The Law Jaw
(Flávio Santos – Castor Daudt – Edu K)
11 – A Couple O Words
(Flávio Santos – Castor Daudt – Edu K)
12 – Tasmanian Devil 2
(Flávio Santos – Castor Daudt – Edu K)
13 – Smelly Bass
(Flávio Santos)
14 – Brains Washer (Listen To The Bull)
(Castor Daudt)
15 We Stink Like Shit (N´How)
(Flávio Santos – Castor Daudt – Edu K)

Download:

 

https://mega.nz/#!M9wA1aTC!qACOLAWcBnNvu44WtOg6gEzZNZqg23W9hg-QP82QL38

 

 

Kingzobullshitbackinfulleffect92 – 1992

Kingzobullshit é o quinto álbum da banda gaúcha De Falla, lançado em 1992 pelo selo Cogumelo Records.
Considerado o registro mais experimental da banda, “Kingzo” consegue explorar o crossover do trabalho anterior (‘We Give a Shit’) e mistura-lo com baterias eletrônicas, samplers, percussão brasileira, pedais duplos, passagens em teclado, etc, passando pelo ragga, funk, hip-hop, samba até o hardcore e metal extremo.
O álbum marca o ápice e declínio comercial da banda visto que, ao mesmo tempo em que leva a banda ao ‘Hollywood Rock 93’ (para um público de aproximadamente 100 mil pessoas, abrindo para o Red Hot Chilli Peppers, Nirvana, L7 e Alice in Chains), culmina na saída do vocalista Edu K para sua carreira solo.
John Ulhoa, do Pato Fu, define a obra como “fenomenal”.

Faixas

Buy Dis (Edu K – Defalla)
Intro (Kingzobullshit92) (Edu K – Defalla)
Satisfaction (Fully Satisfied Mix) (Mick Jagger – Keith Richards)
Slaughthouse #3 (Bitches Home) (Edu K – Defalla)
Bitch (Edu K – Defalla)
Culo Fuck (In Full Effect)(Edu K – Defalla)
Friendz #1 (Edu K – Defalla)
Glauco Tattoo (Guarda do Embau/SC) (Edu K – Defalla)
Mony Mine (Edu K – Defalla)
Caminha (Q Aqui É de Osasco) (Gringo Jr. – Defalla)
Special Shout Out (Edu K – Defalla)
Mind Revolution (Edu K – Defalla)
Insane (Edu K – Defalla)
Wrote My Name (Edu K – Defalla)
Barker Meets Hendrix (Edu K – Defalla)
Slow Ride (Edu K – Defalla)
Zipp Zepp (Edu K – Defalla)
It´s Fuckin Borin'(Edu K – Defalla)
Friendz #2(Edu K – Defalla)
The End (Edu K – Defalla)
No Problema! (Edu K – Defalla)
Freeze… Now Move (Edu K – Defalla)
Apoteozys (Edu K – Defalla)
Sossego (Tim Maia)

Formação:
Edu K (voz e guitarra);
Flávio Santos (baixo);
Castor Daudt (bateria);

4nazzo (guitarra).

Download:

https://mega.co.nz/#!EkBF0Rxa!Eq3BGG2lj57TaXTN0E3MVVkhzVsmLAyfS37R32f4MDY

Banda extremamente criativa e Mutante

Uma das minhas preferidas, atemporal.

Deixo vocês com o lássico Repelente numa versão ao vivo pra finada Tv Manchete

5 comentários sobre “Defalla – Fase Clássica – Discografia

  1. Kingzobullshitbackinfulleffect92!!!!!!!!!!! Pow, que disco phoda!! Ouvi muito quando era moleque… E baixei agora para voltar a curtir! Os caram vão tocar nesse sábado no Circo Voador-RJ, junto com BNegão! Estarei lá, vai ser bom demais!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s